BLOG BILINGUE

Tài Jí Quán e o Péng Jìn

April 3, 2018

Caros amigos,


Nestas linhas, discutirei brevemente um conceito fundamental em Tài Jí Quán (Tai Chi Chuan):

o Peng Jin (掤勁 péng jìn).

 


Os Oito Métodos de Combate


O primeiro verso do texto “Canção Completa do Cânone do Punho” (Quan Jing Song Ge), escrito pelo Mestre Chén Zǒu Tíng ou Chén Wáng Tíng (1600-1680 d.C.), patriarca do Tài Jí Quán diz:


“Relaxado e livre, curvando-me com flexibilidade as pessoas não me conhecem,

Com todos aqueles que se aproximam e se envolvem e enredam [na trama do combate],

mantenho-me firme perante todos eles”
縱放屈伸⼈人莫知 諸靠纏繞我皆依


Esta capacidade de compreender a intenção e a estrutura do adversário, sem permitir que ele compreenda e aproveite a minha estrutura, é atingida pela prática consciente de vários princípios. Dentro destes princípios, um dos principais é o Peng Jin.


No Tài Jí Quán, existem os oito métodos de combate fundamentais, estes métodos são:


Peng
• Lu
• Ji
• An
• Cai
• Lie
• Zhou
• Kao 靠.


Os primeiros quatro métodos de combate, são as bases do todos os outros métodos e estão presentes em praticamente todos os movimentos das formas. Nos versos da “Canção das Mãos que Batem” (Da Shou Ge), atribuído ao Mestre Wáng Zōng Yuè diz:


Peng, Lu, Ji e An devem conhecer-se genuinamente.
Quando o superior e o inferior seguem-se mutuamente,
as pessoas têm dificuldades em avançar ou penetrar”

掤捋擠按須認真 上下相隨⼈人難進


Para além destes oito métodos de combates, também são referidos mais cinco métodos básicos: Shan, Teng, She, Kong e San. As combinações destes treze métodos, originam várias dezenas de técnicas de combate dentro do Tai Ji Quan da família Chen.

 


Peng - Os Textos Antigos e o Sacudir da Flecha


Dentro dos primeiros quatro métodos, Péng 掤, é a raiz ou a mãe de todas as demais forças (勁 jìn). É a “sacudida” que acompanha cada “emissão de força” (發勁 fā jìn) na prática do Tài Jí Quán.
Para além dum método de combate, é um estado ou sensação, que devemos manter através da prática das Formas e do Tui Shou.
Quando desejamos compreender o significado do conceito de Péng, a compreensão do termo “Péng” pode ser útil. Em alguns dicionários chineses modernos, referem que o termo “Péng 掤” como a sacudida duma seta ao atingir o alvo, ou o tremor da corda do arco ao lançar a seta. Nos dicionários mais primitivos encontramos as seguintes definições:


O texto “Shuo Wen Jie Zi”, escrito por Xǔ Shèn no ano 121 d.C. diz:
“Aquilo que cobre a flecha”.


O texto “Guan Yun” da dinastia Song (960-1279 d.C.), indica:
“Segurar e libertar [a seta] evitando a sua sacudida”.


O texto “Kang Xi” da dinastia Qing (1644-1911 d.C.), refere:
“Usar repetidamente a mão para cobrir a seta também chama-se: peng”.


Por conseguinte, vemos que na literatura antiga, o termo Peng está intimamente relacionado com a sensação do movimento da flecha na mão. Alguns mestres do passado descreveram, nos versos antigos, que Peng era a emissão de força ligeiramente para cima.


Nos “Versos Secretos dos Oito Métodos do Punho de Tai Ji” diz em relação ao Peng:


Qual é a explicação do significado da força de Péng?
É como a água da qual depende o movimento do barco
Primeiro repleta-se o campo do elixir com qì
A seguir, o importante é que o topo da cabeça esteja pendurado
O corpo inteiro tem uma força tensa e em espiral
A abertura e o fecho determinam o espaço
Qualquer um possuirá mil Jin de peso
Fazer flutuar, também não será difícil


棚勁義何解  如水負行舟
先實丹田氣  次要頂頭懸
全體彈簧力  開合一定間
任有千斤重  飄浮亦不難

 


Peng - Direção da Força


Se Lu é desviar a força do adversário lateralmente, Ji é emitir força lateralmente e An é pressionar frontalmente (alguns textos acrescentam que é pressionar um pouco para abaixo), então Peng é emitir para o exterior e para cima. A minha humilde opinião ao respeito em relação a Peng é:


1. Dentro dos oito métodos de combate Peng, é a emissão de força centrífuga. Ou seja, desde o interior para o exterior e em todas as direções, embora alguns dêem mais ênfase a direção ascendente. A minha opinião é que quando a força ascende pode ser considerado como uma aplicação composta de Peng e Teng.


2. Peng é um estado sentido pelo praticante, no qual combinam-se flexibilidade e sensação de pesado, força e estabilidade, aderência ao estar em contacto com outro praticante ou adversário. Basicamente é a sensação de que cada parte do corpo está presente, integrada e conectada com o Dan Tian ou centro de gravidade, entregando a capacidade duma rápida adaptação às forças que tentam entrar e uma boa capacidade de resposta perante a oportunidade que aparece.


3. Péng é uma sensação de tensão que emana naturalmente ao emitir força (fa jin) e que em aparência, expressa-se como uma sacudida similar ao da flecha que atinge o alvo ou a da corda do arco após o disparo da flecha. Esta manifestação também é conhecida como: “força interna” (內勁 nèi jìn).

 


Peng - Histórias


Há uns oito anos atrás pedi ao meu Shi Fu (Mestre) para me explicar os “oito princípios”. Ele olhou para mim com cara de perplexidade e corrigiu-me dizendo: 

- “Não são princípios, são oito técnicas ou métodos de combate”.


De seguida, diz: 

- “Anda cá!”

…E começou a aplicar cada um deles, dando começo a uma série de pequenos movimentos explosivos que me faziam, literalmente, voar vários metros pela sala (sem a minha cooperação consciente). Interessantemente o movimento mais surpreendente de todos foi o aplicado em Peng, que com um movimento minúsculo, emitia uma força extremamente poderosa que produzia uma sacudida violenta na parte superior do meu corpo e acabava num doloroso chicote no pescoço. A parte surpreendente disto, era a sensação de suavidade na qual estava envolvida essa força. Já tinha sentido antes força aplicada com aderência, mas nada como isso. Fantástico.


Noutra ocasião após um treino com o Shi Fu, perguntou-me se tinha alguma dúvida. Pedi-lhe para me mostrar aplicações dos movimentos da forma… então começou uma série de terríveis aplicações de Qin Na e golpes.


Novamente o mais impactante, literalmente, foi Peng. No fim pedi ao Shi Fu para me explicar as treze técnicas em palavras, e ele explicou. Em relação a Peng, o Mestre Chen Xiao Wang disse: “força nas oito direções”.


Espero que estas palavras sejam ponto de partida para uma discussão mais profunda em relação aos princípios e métodos do Tài Jí Quán.

 

Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags
Follow Us
  • IEETC Facebook
  • IEETC YouTube
  • IEETC Google+

DOCENTES            PARCERIAS            CONTACTOS

  • Grey Blogger Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon